sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Viver.

E me disseram que isso era viver
Então assim estou tentando fazer
Atravessar rios, mares e paisagens
Só para aprender a viver

Conhecer outras calçadas do mundo
Falar novas línguas para tentar
Enfim me comunicar

Atravessar oceanos, mergulhar
No mundo para outras bocas beijar
Deitar em sua cama e trocar
Nossos DNAs para então eu despertar

Nascer novamente
Sem as paredes de nenhum ventre
Sem as correntes de ódios
que atravessam minhas veias
Mil séculos antes dos meus sonhos

Me disseram que isso era viver
E que assim eu deveria fazer
Partir, partir e partir
E mil vezes partir
Até um dia poder voltar
Inteira para o meu lugar
Sem nenhuma dor ao olhar para trás

Mariana Lima de Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário