sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Da poesia.

Essa dor nunca passa
Nem nunca vai passar
Quem nasceu para sentir
Não consegue fingir
Tamanha felicidade
Em face a falsidade
Me disseram que a poesia é arte
Coisa fina, coisa nobre
E o poeta um sonhador
Mas o que eu sei
É que a poesia é ofício
Do poeta que traduz
Em versos líricos
Toda a sua dor.


(Mariana de Almeida).

Nenhum comentário:

Postar um comentário