segunda-feira, 5 de junho de 2017

Sobre o amor.

O amor, esse eterno desejo de encontro...
Essa procura desesperada, esse faro faminto que busca o encontro de almas na pele do amor,
Essa bússola infame que indica rotas obscuras, altera caminhos, encontra dor onde prometia-se o amor,
Desgoverna corações e vidas... encontra solidão e prantos ao fim de uma noite perdida...
O sol renasce, iluminando novo dia, aquecendo o solo de devastados corações, alimentando raizes e fazendo brotar enfim a flor.
Um olhar, um sorriso escondido revela-se e o coração debaixo de muralhas de infinitas de pedras, contrai-se e bate mais uma vez prometendo vida onde antes era vastidão espacial, noites sem satélites agora acenderam-se de estrelas para nós.


Nenhum comentário:

Postar um comentário