quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Do amor.

Amor é quimica
Não é poder
Exceto se o espinho
Vingou
O que era promessa de flor;
A flor resiste
Mesmo se regada a sangue
Onde era promessa de água.


Nenhum comentário:

Postar um comentário